Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia

Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia
Descubra o que quer dizer trajes da Festa da Colônia

Para quem ainda não conhece, a Festa da Colônia de Gramado é uma festa que celebra as origens da cidade. Assim, diversas expressões culturais são apresentadas na gastronomia, nas danças e cantos, nos costumes e também nas roupas. Rainha e princesas da Festa da Colônia circulam pelo evento vestindo trajes típicos que representam os três países dos quais se originou o povo gramadense: Alemanha, Itália e Portugal.

Orgulho

Essa é mais uma forma de expressar a tradição e o orgulho da descendência que deu origem a cidade. E como forma de representar isso significativamente, os trajes oficiais da edição 2018 trazem consigo a valorização étnica com as bandeiras de Portugal, Alemanha e Itália. Por meio das cores fortes de cada nacionalidade, os vestidos do trio soberano buscam representar a tradição, gratidão e o valor de quem colonizou Gramado.

União

O intuito é fazer com que a corte leve consigo a representação das gerações que construíram a história da cidade. “Buscamos mostrar a miscigenação das culturas e tradições dos povos que trabalharam unidos para formar Gramado. Os vestidos foram uma maneira de mostrar que essa união permanece até hoje com o amor e a receptividade desta festa que é feita por todos”, explica André Lima, idealizador das vestimentas. Outra particularidade é que o sentido de comunidade abrange todas as camadas de organização do evento: os modelitos usados pela rainha e princesas 2018 foram criados por André, juntamente com Roseli Franzmann, renomada estilista de noivas da região; antes da produção, os croquis foram aprovados pela comunidade do interior, como forma de reforçar sua importância.

Particularidades de cada vestido

Além das cores típicas, os trajes oficiais ainda trazem características de cada cultura: a rainha Aline Wiltgen carrega nos ombros o lenço português, peça característica do país, em especial pelos seus bordados, utilizados pelas moças do século XVIII para enviar mensagens aos futuros pretendentes; a princesa Mariana Marcon traz os trajes alemães representando o Dirndl, uniforme utilizado pelas camponesas do século XIX, que possuíam corpete e avental; já a princesa Giovana Marcon faz uso do lenço de seda, item usado para as apresentações de dança típica italiana. De forma discreta, também há o destaque para o padroeiro do evento, São Pedro, com um broche feito exclusivamente para acompanhar o lenço da rainha.

Detalhes

Mesmo representando a tradição, as vestes foram planejadas de forma tecnológica. Pensando nas mudanças de temperatura da Serra Gaúcha, foi utilizado o tafetá como tecido principal devido à durabilidade, leveza e ação térmica do material. Junto ao estudo histórico das peças tradicionais de cada país, a aplicação das rendas diferencia as posições hierárquicas do trio: a rainha utiliza renda branca para representar nobreza e as princesas usam o tecido levemente azulado para mostrar a jovialidade e contemporaneidade da corte.

Aproveite a festa!

Se você ainda não foi conferir a Festa da Colônia, programe seu passeio. A festa segue até o próximo domingo, dia 6.

SERVIÇO

O QUE: 28ª Festa da Colônia

QUANDO: 19 de abril a 6 de maio

HORÁRIO: Quartas e quintas-feiras, das 10h às 22h

                    Sábados e domingos, das 9h às 23h

ONDE: Expogramado

Para quem ainda não conhece, a Festa da Colônia de Gramado é uma festa que celebra as origens da cidade. Assim, diversas expressões culturais são apresentadas na gastronomia, nas danças e cantos, nos costumes e também nas roupas. Rainha e princesas da Festa da Colônia circulam pelo evento vestindo trajes típicos que representam os três países dos quais se originou o povo gramadense: Alemanha, Itália e Portugal.

Orgulho

Essa é mais uma forma de expressar a tradição e o orgulho da descendência que deu origem a cidade. E como forma de representar isso significativamente, os trajes oficiais da edição 2018 trazem consigo a valorização étnica com as bandeiras de Portugal, Alemanha e Itália. Por meio das cores fortes de cada nacionalidade, os vestidos do trio soberano buscam representar a tradição, gratidão e o valor de quem colonizou Gramado.

União

O intuito é fazer com que a corte leve consigo a representação das gerações que construíram a história da cidade. “Buscamos mostrar a miscigenação das culturas e tradições dos povos que trabalharam unidos para formar Gramado. Os vestidos foram uma maneira de mostrar que essa união permanece até hoje com o amor e a receptividade desta festa que é feita por todos”, explica André Lima, idealizador das vestimentas. Outra particularidade é que o sentido de comunidade abrange todas as camadas de organização do evento: os modelitos usados pela rainha e princesas 2018 foram criados por André, juntamente com Roseli Franzmann, renomada estilista de noivas da região; antes da produção, os croquis foram aprovados pela comunidade do interior, como forma de reforçar sua importância.

Particularidades de cada vestido

Além das cores típicas, os trajes oficiais ainda trazem características de cada cultura: a rainha Aline Wiltgen carrega nos ombros o lenço português, peça característica do país, em especial pelos seus bordados, utilizados pelas moças do século XVIII para enviar mensagens aos futuros pretendentes; a princesa Mariana Marcon traz os trajes alemães representando o Dirndl, uniforme utilizado pelas camponesas do século XIX, que possuíam corpete e avental; já a princesa Giovana Marcon faz uso do lenço de seda, item usado para as apresentações de dança típica italiana. De forma discreta, também há o destaque para o padroeiro do evento, São Pedro, com um broche feito exclusivamente para acompanhar o lenço da rainha.

Detalhes

Mesmo representando a tradição, as vestes foram planejadas de forma tecnológica. Pensando nas mudanças de temperatura da Serra Gaúcha, foi utilizado o tafetá como tecido principal devido à durabilidade, leveza e ação térmica do material. Junto ao estudo histórico das peças tradicionais de cada país, a aplicação das rendas diferencia as posições hierárquicas do trio: a rainha utiliza renda branca para representar nobreza e as princesas usam o tecido levemente azulado para mostrar a jovialidade e contemporaneidade da corte.

Aproveite a festa!

Se você ainda não foi conferir a Festa da Colônia, programe seu passeio. A festa segue até o próximo domingo, dia 6.

SERVIÇO

O QUE: 28ª Festa da Colônia

QUANDO: 19 de abril a 6 de maio

HORÁRIO: Quartas e quintas-feiras, das 10h às 22h

                    Sábados e domingos, das 9h às 23h

ONDE: Expogramado