Belavista Café Colonial

Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial
Belavista Café Colonial

O primeiro Café Colonial do Brasil – No ano de 1972 que a história do Café mais tradicional do Brasil iniciou. Com Dona Lira, a primeira doceira do Café e em seguida a proprietária, as delícias do Bela começaram a ser produzidas, como muita experiência e bom gosto, Dona Lira criou as receitas que até hoje são apreciadas e referência de Gramado

O alto nível de exigência de Dona Lira podia ser observado no dia a dia por suas ajudantes. Inventava receitas: “Todos os livros de receitas tinham segredos. Então eu tinha que inventar as minhas tortas”, relembra a mulher que ensinou a maioria das doceiras que atuam hoje nas casas de café colonial de Gramado.

80 Delícias

Marco das 80 Delícias de muita tradição – 1980 ano em que o cardápio somou as 80 delícias que temos até hoje. Entre as maravilhas do café colonial estão a Torta de Amendoim, a famosa Dona Lira e o Apffelstrudel. Este último é uma das delícias que exige maior tempo na preparação. “O segredo era a minha mão. Às vezes uma ajudante fazia uma receita com todas as quantidades certas, mas não saía igual”, Lira.

Reconhecimento Tripadvisor

Reconhecimento Certificado Tripadvisor – Importante conquista para o primeiro Café Colonial do Brasil. Ser reconhecido com Excelência pelo Tripadvisor e estar entre os 10 Restaurantes da Serra.

Cardápio

Bebidas Coloniais:

Café, leite, chás variados e chocolate quente

Bolos:

Chocolate, cenoura, amendoim, limão, rocambole, cuca, waffler, laranja, ricota e apfelstrudel.

Entrada:

Vinhos, suco de uva, pães, geleias coloniais e frios variados.

Frios:

Salame, queijo colonial e lanche, morcela branca e preta, presunto, picles e mortadela de frango

Geléias:

Laranja, morango, uva, figo, nata, requeijão, mel e manteiga

Grelhados:

Filé de porco, linguiça e filé de frango.

Salgados:

Lombo de porco e frango à milanesa, rissole de presunto e queijo, croquete de frango, bolinha de queijo, linguiça cozida, polenta frita, pizza de atum, pizza de presunto e queijo,torta fria, picles, empadão de frango e quiche vegetariano.

Sobremesa:

Quindão, mousse de maracujá e chocolate, pudim de leite, pudim de coco, sagu com creme de leite, gelatinas, mosaico de gelatinas, doce em caldas e sorvete.

Tortas:

Morango, morango moreno, Marta Rocha, delícia de morango, limão, Torta Dona Lira, prestígio, chocomousse, nozes, coco queimado, bolacha alemã, tentação e Duetto.

Informações

Endereço: Avenida das Hortênsias 3500
Bairro: Vila Suiça
Cidade: Canela

O primeiro Café Colonial do Brasil – No ano de 1972 que a história do Café mais tradicional do Brasil iniciou. Com Dona Lira, a primeira doceira do Café e em seguida a proprietária, as delícias do Bela começaram a ser produzidas, como muita experiência e bom gosto, Dona Lira criou as receitas que até hoje são apreciadas e referência de Gramado

O alto nível de exigência de Dona Lira podia ser observado no dia a dia por suas ajudantes. Inventava receitas: “Todos os livros de receitas tinham segredos. Então eu tinha que inventar as minhas tortas”, relembra a mulher que ensinou a maioria das doceiras que atuam hoje nas casas de café colonial de Gramado.

80 Delícias

Marco das 80 Delícias de muita tradição – 1980 ano em que o cardápio somou as 80 delícias que temos até hoje. Entre as maravilhas do café colonial estão a Torta de Amendoim, a famosa Dona Lira e o Apffelstrudel. Este último é uma das delícias que exige maior tempo na preparação. “O segredo era a minha mão. Às vezes uma ajudante fazia uma receita com todas as quantidades certas, mas não saía igual”, Lira.

Reconhecimento Tripadvisor

Reconhecimento Certificado Tripadvisor – Importante conquista para o primeiro Café Colonial do Brasil. Ser reconhecido com Excelência pelo Tripadvisor e estar entre os 10 Restaurantes da Serra.

Cardápio

Bebidas Coloniais:

Café, leite, chás variados e chocolate quente

Bolos:

Chocolate, cenoura, amendoim, limão, rocambole, cuca, waffler, laranja, ricota e apfelstrudel.

Entrada:

Vinhos, suco de uva, pães, geleias coloniais e frios variados.

Frios:

Salame, queijo colonial e lanche, morcela branca e preta, presunto, picles e mortadela de frango

Geléias:

Laranja, morango, uva, figo, nata, requeijão, mel e manteiga

Grelhados:

Filé de porco, linguiça e filé de frango.

Salgados:

Lombo de porco e frango à milanesa, rissole de presunto e queijo, croquete de frango, bolinha de queijo, linguiça cozida, polenta frita, pizza de atum, pizza de presunto e queijo,torta fria, picles, empadão de frango e quiche vegetariano.

Sobremesa:

Quindão, mousse de maracujá e chocolate, pudim de leite, pudim de coco, sagu com creme de leite, gelatinas, mosaico de gelatinas, doce em caldas e sorvete.

Tortas:

Morango, morango moreno, Marta Rocha, delícia de morango, limão, Torta Dona Lira, prestígio, chocomousse, nozes, coco queimado, bolacha alemã, tentação e Duetto.